Felicio ‘sepulta’ BRT e lança edital para implantação de VLP em 2021

Administração tucana lança edital para a aquisição de Veículos Leves sobre Pneus — previsão é de R$ 35 milhões para a compra de 12 unidades, que seriam entregues em abril de 2021. Com isso, projeto do BRT acaba sepultado

Lançado no último final de semana pela Prefeitura de São José dos Campos, o edital para aquisição de VLPs (Veículos Leves sobre Pneus) ‘sepulta’ o projeto do BRT (Transporte Rápido por Ônibus, em inglês) e prevê a compra de 12 veículos por R$ 35 milhões.

A ideia é que o novo tipo de transporte seja vinculado à Linha Verde, projeto que prevê interligar as regiões sul e leste, passando pela região central. Segundo o prefeito Felicio Ramuth (PSDB), o planejamento é para que os veículos sejam entregues em abril de 2021.

Os VLPs, que terão 23 metros e capacidade para 195 passageiros, serão feitos sob encomenda. A abertura dos envelopes com as propostas acontece no próximo dia 19 de dezembro.

A Linha Verde terá 20 quilômetros de extensão. O projeto utilizará até 31% da faixa pertencente à ISA CTEEP (Companhia Paulista de Transmissão de Energia Elétrica S/A). A área foi adquirida pela prefeitura por meio de Projeto de Lei aprovado pela Câmara.

O plano urbanístico prevê o aterramento das torres de energia, que dividem a cidade.

Sem elas, os bairros hoje separados pelas estruturas metálicas e pelos cabos ficarão integrados.

“O eixo sustentável de 390 mil metros quadrados, que inclui quatro praças, vai contribuir para a criação de novas centralidades, estimulando o crescimento do setor imobiliário, aquecendo a economia e gerando empregos com a expansão de novos empreendimentos, além de interligar alguns dos principais centros comerciais da cidade, caso de Center Vale Shopping, Vale Sul Shopping e Shibata Supermercados”, disse o governo.

 A Linha Verde, que terá aporte de R$ 30 milhões do Governo do Estado começa a ser implantada no início de 2020. A primeira fase terá início na Estrada do Imperador (região sul) até o Terminal Intermunicipal (região central).

Projeto de Carlinhos previa investimento de R$ 800 milhões; PSDB apontou falhas

PROJETO. Os modelos VLPs tratam-se de composições de transporte com motorização elétrica que roda sobre pneus e é guiada por um trilho central, que fica sob o pavimento. Em abril, Felicio esteve na China para e visitou fábricas de veículos elétricos para transporte de massa. Voltou ao Brasil convicto pela opção elétrica, em detrimento de sistemas como o BRT, que usam diesel.

No caso, a escolha pelo VLP ‘sepulta’ a novela do BRT, projeto lançado na gestão do ex-prefeito Carlinhos Almeida (PT) e que contava com R$ 800 milhões de financiamento pela Caixa Econômica Federal.

O governo Felicio, no entanto, não deu sequência ao projeto com a justificativa de que foram encontrados problemas na confecção do modelo.

Fonte Jornal O Vale / Caíque Toledo