Pneus que viram asfalto: Via Cambuí inova com pavimentação totalmente ecológica

NOVIDADE. Novidade nas obras viárias de São José dos Campos, o asfalto ecológico começou a ser aplicado na Via Cambuí, que está sendo construída pela Prefeitura para conectar as regiões leste, sudeste e centro.

Em novembro, o consórcio responsável pela obra começou a executar a última camada de pavimentação nos trechos ao lado da Petrobras e nas proximidades do Recanto dos Eucaliptos.

Obtido a partir da mistura de cimento asfáltico de petróleo com borracha reciclada de pneus, o material já foi empregado nos 300 metros do prolongamento da rua Saigiro Nakamura até a avenida Juscelino Kubitschek, na Vila Industrial, que faz parte do projeto viário. Substituto do produto convencional, o asfalto emborrachado é baseado no princípio de sustentabilidade, trazendo ganho ambiental para a cidade.

O asfalto-borracha, como está sendo chamado, é desenvolvido por meio da incorporação da borracha moída de pneus inservíveis ao cimento asfáltico. Ele vai ser usado em toda a extensão de 8,6 quilômetros da Via Cambuí, maior obra viária da história do município.

A exigência por este tipo de tecnologia fez parte da licitação das respectivas obras e é autorizada pela Lei Municipal 6.961, de 9 de abril de 2018. No ano passado, o asfalto ecológico foi aplicado na obra da terceira faixa da Avenida Lineu de Moura, realizada por empreendedores como contrapartida viária.

AMIGO DA NATUREZA. O asfalto ecológico é considerado uma boa alternativa para conciliar o desenvolvimento urbano com a preservação ambiental. É um produto classificado como sustentável por contribuir para a redução da utilização de matérias-primas não renováveis.

No meio ambiente, a decomposição do pneu leva cerca de 600 anos. O descarte incorreto traz consequências graves para a sociedade, servindo como criadouro para o mosquito da dengue, ocasionando o entupimento de galerias e redes de esgoto, inundações e a poluição de rios e do solo. Quando vai para aterros sanitários, ocupa um espaço considerável. Se incinerados, tornam-se agentes de poluição atmosférica.

Fonte: O Vale Minha São José / São Jose dos Campos