S. José e Taubaté entram no ‘Top 100’ do imóvel no país

Quatro cidades do Vale do Paraíba estão entre as 100 cidades brasileiras mais procuradas para compra de apartamento, segundo o levantamento inédito do portal imobiliário ZAP

Quatro cidades do Vale do Paraíba foram incluídas pelo portal imobiliário ZAP entre as 100 do país mais procuradas para compra de apartamento, nos primeiros noves meses deste ano.

Liderada por Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba (PR), a lista traz São José dos Campos na 19ª colocação do ranking das cidades mais procuradas, seguida de Ubatuba (48ª), Caraguatatuba (73ª) e Taubaté (80ª).

Segundo o ZAP, a pesquisa foi feita a partir da busca dos usuários do portal, entre janeiro e setembro de 2019.

Além da capital, seis cidades paulistas estão à frente de São José no ranking das cidades mais procuradas para a compra de apartamentos: Santos (8ª), Praia Grande (11ª), Guarulhos (12ª), Santo André (14ª), São Bernardo do Campo (16ª) e Campinas (18ª).

A maior cidade do Vale, porém, supera municípios como Londrina (PR) e capitais como João Pessoa (PB), Vitória (ES) e Aracaju (SE).

CAMPEÃ. Na avaliação de Deborah Seabra, economista do Grupo ZAP, o Rio de Janeiro é a principal cidade para compra de apartamento no país por diversos fatores, que podem servir de inspiração para outros municípios.

“A cidade maravilhosa segue sendo o cartão postal do país, oferecendo uma ampla gama de opções de lazer, como restaurantes, bares, parques, além, claro, da praia”, disse.

“Os investimentos da última década na capital fluminense, principalmente pelos grandes eventos, melhoram a infraestrutura de serviços e transporte de forma geral. Todos são fatores que somam para atrair e valorizar o mercado imobiliário”, afirma.

A força de São José dos Campos pode ser observada em números. De acordo com estudo de mercado realizado pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi (Sindicato da Habitação), a cidade teve 1.407 unidades habitacionais lançadas entre maio de 2018 e abril de 2019.

O número representa um aumento de 236% acima do período anterior, quando os lançamentos totalizaram 418 residências.

Em termos de estoque, São José encerrou abril de 2019 com 1.113 unidades disponíveis para a comercialização. O montante corresponde a uma redução de 9,8% em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando houve 1.234 imóveis.

Fonte: Jornal O Vale / Xandu Alves