> Notícias

RMVale tem alta no emprego pelo segundo mês seguido, diz governo

Região já soma quatro meses criando vagas no mercado de trabalho em 2017, contra três perdendo empregos; saldo do ano, mas, ainda é negativo; S. José e Jacareí criaram vagas em julho, Taubaté perdeu postos no mês

 

Pelo segundo mês consecutivo, a Região Metropolitana do Vale do Paraíba teve saldo positivo na geração de empregos, com 263 novos postos de trabalho em julho. Com isso, soma quatro meses criando vagas no mercado de trabalho em 2017, contra três perdendo empregos. No acumulado de janeiro a julho, contudo, o saldo ainda é negativo: -3.535 vagas. Os novos números foram divulgados nesta terça-feira pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego.

O resultado representa melhora comparado ao de 2016. Em julho do ano passado, a RMVale registrou 356 empregos perdidos. No ano, nos primeiros sete meses, o saldo ficou negativo em 9.848 vagas.

POSITIVO.O setor que mais gerou postos de trabalho no ano foi a administração pública, com 1.295 contratações entre janeiro e julho, sendo 373 em Guaratinguetá, maior volume da região. Em São José, pelo contrário, foram cortados 74 empregos no setor público. Depois de meses demitindo, a construção civil registrou a criação de 103 postos de trabalho nos sete primeiros meses do ano, segundo melhor saldo da RMVale. O setor agropecuário vem em terceiro, com 39 empregos.

Outros segmentos cortavam postos de trabalho em 2017: comércio (-2.995), serviços (-1.004) e indústria (-931). “O ritmo de contratações ainda é lento. Tem aparecido mais vagas, mas ainda de forma tímida”, disse Savana Pinheiro, coordenadora da Global Empregos, agência que tem uma unidade em São José.

Segundo ela, o setor de saúde cresceu nos últimos dias com o aparecimento de mais vagas na região. Na indústria, contudo, a oferta é quase nula.

Savana espera que o panorama mude com a alteração na contratação de temporários, cujo prazo saltou de três para seis meses. “Isso deve aquecer um pouco o mercado de contratações. A pessoa admite um temporário por mais tempo

até que a economia reaja pra valer”, disse a coordenadora. Em julho, Taubaté perdeu 266 empregos, com -387 vagas no ano. O município caiu para a 364ª colocação no ranking estadual do emprego, pior lugar desde janeiro de 2016. A lista traz os 370 municípios com mais de 10 mil habitantes.

São José criou 303 vagas em julho e subiu para a 22ª posição do ranking. No ano, a cidade perdeu -1.223 vagas. Jacareí abriu 134 empregos em julho e ganhou a 49º colocação. No ano, o saldo é de 19 postos de trabalho.

 

Fonte: Jornal O Vale / Xandu Alves

 

 

Rua Padre Rodolfo nº 196 Vila Ema - SJCampos - SP CEP : 12243-080 - Tel/Fax: (12) 3922.6678

© 2014 Aconvap - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por: